18/07/2016

Um dos meus planetas


Ele ainda não tem nome...

Sem querer eu vou para ele quando caminho nas ruas dos meus pensamentos mais profundos. Eu não sei escrever palavras bonitas e quando penso nisso eu paro lá. Sempre por acidente. Meu planetinha não adorável não é o dos mais bonitos aqui dentro do meu lindo universo... lhe falta tudo. Há pouca iluminação, há bagunça e é bem apertadinho, eu ando mas é como se estivesse andando em círculos, é atormentador... Se eu não vigiar fico presa nele durante muito tempo. Esse planetinha sem nome me deixa meio triste... é silencioso de mais e muito frio. Parei aqui quando minha mente parou por alguns instantes após trabalhos de estudos e então olhei para os lados e me frustrei por não ver nada que eu gostaria de ver. O silêncio me dominou e eu agarrei meu caderno com força, pensei na minha quase vida (frustrações/ coisas que não fiz) e fui transportada para cá, neste meu planeta. 
Isso cansa. Meu universo é muito extenso mas pouco aproveitável... é difícil tentar cuidar de um planeta assim. Sua energia às vezes é terrível!

Com muita dificuldade eu consigo sair dele, e de fora eu consigo estudá-lo melhor. Eu não gosto desse meu planetinha. já tentei destruí-lo, mas parece que existe uma força que não deixa e que sempre me levará até ele periodicamente. É como se eu não tivesse forças ou até mesmo autoridade para destruí-lo. Eu posso ser dona do meu universo, mas tenho dúvidas se foi eu que o criei de verdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário