23/02/2017

Desejos


"Não se sinta obrigado a me amar, se não me ama, diz logo... Palavras me fazem sofrer e no limite da minha dor eu não sei mais o que fazer. Eu só queria palavras bonitas, abraços duradouros, olhos nos olhos, beijos longuíssimos, uma atenção possível... Como é ruim viver com dores... Dores invisíveis, choros injustos... Oh Deus, me formei em poeta porque morri de amor!"


 Palavras de caderno
Uma lembrança de 2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário